Quais eram as rivalidades imperialistas antes e durante a primeira guerra mundial?

Quais eram as rivalidades imperialistas antes e durante a primeira guerra mundial?
Quais eram as rivalidades imperialistas antes e durante a primeira guerra mundial?

As principais rivalidades imperialistas da Primeira Guerra Mundial entre os impérios europeus, antes e durante a guerra, eram entre dois blocos de países: França, Grã- Bretanha e Rússia, contra a Alemanha, Império Austro-Hungáro e Turco Otomano.  

Rivalidades imperialistas na Europa antes da primeira guerra mundial.

As rivalidades imperialistas da Primeira Guerra Mundial começaram bem antes de seu início, visto que já existia uma profunda rivalidade entre França e Alemanha, devido ao processo de unificação alemã. Pois, o processo se deu através de uma guerra entre ambas, em que a França perdeu e foi obrigada a assinar um tratado de paz humilhante. 

rivalidades imperialistas na europa antes da primeira guerra mundial.
rivalidades imperialistas na europa antes da primeira guerra mundial.

Já o Império Austro-Hungáro tinha uma grande rivalidade com os Russos, por conta de sua ambição em invadir e conquistar os países eslavos dos Balcãs, os quais possuem etnia comum com o Império Russo.

Também havia a rivalidade imperialista entre o Império Russo e o Turco-Otomano, no contexto geopolítico dos Balcãs, pois os turcos haviam perdido domínios os quais os desejavam retomar. No entanto, o Império Russo desejava que esses países balcânicos fossem livres, por serem eslavos assim como o Império Russo era.

Rivalidades imperialistas e ideologias nacionalistas

No século XIX, surgiram as ideologias nacionalistas, que são basicamente as identidades nacionais do país. Isto é, os elementos nos quais unem a população de um determinado país: a língua, a bandeira, a etnia, a história, o mito fundador, o ódio e a rivalidade direcionada a outros países e etc. Deste modo, as rivalidades imperialistas entre França e Alemanha, Império Austro-Hungáro e Rússia, são alimentadas pela ideologia nacionalista.

A Tríplice Aliança

A tríplice Aliança, constituída por: Alemanha, Império Austro-Hungáro e Turco Otomano, foi constituída, entre muitos aspectos, pela rivalidade histórica comum entre esses países contra os da da tríplice Entente.

A Tríplice Entente

A tríplice Entente, formada por: França, Grã-Bretanha e Império Russo, foi criada abarcando a grande rivalidade francesa e também sobre o contexto da aliança Russo-francesa.

A Guerra dos Balcãs

A guerra dos Balcãs foi quando o Império Austro-Hungáro invadiu a Bósnia-Herzegovina e anexou o território do país por completo. Apesar de ser um país eslavo, já havia um acordo entre os países europeus sobre a não intervenção na guerra por parte das outras grandes potências. 

A Guerra dos Balcãs
Guerra. Fonte/Reprodução: original.

Assim, o império conseguiu anexar o território, em contrapartida, o sentimento de rivalidade imperialista entre o império Austro-Hungáro e o o Russo irá aumentar muito.

O assassinato de Francisco Ferdinando

O assassinato do arquiduque do Império Autro-Hungáro, Francisco Ferdinando, se deu no contexto após a guerra dos Balcãs. O arquiduque planejou uma marcha sobre a capital da Bósnia-Herzegovina, Sarajevo, para demonstrar dominância e prestígio. 

Porém um grupo terrorista chamado “Mão Negra” de origem sérvia, arquitetou um ataque contra o arquiduque, já que o próximo alvo da expansão territorial era a Sérvia. O atentado deu certo e o herdeiro do trono foi assassinado.      

O Início da Primeira Guerra Mundial e as rivalidades imperialistas.

A morte do arquiduque Ferdinando fez com que o Império Austro-Hungáro responsabilizasse o governo sérvio pelo assassinato, assim declarando guerra à Sérvia, porém, o império russo intervém a favor da Sérvia. Logo, os países dos dois blocos, irão declarar guerras. Portanto  um dos fatores primordiais do conflito foi a rivalidade imperialista entre eles.

Por fim, as Rivalidades Imperialistas da Primeira Guerra Mundial, foi um dos principais motivos que incitou a guerra onde destruiu quase toda a Europa, causou cerca de milhões 15 milhões de mortos, de desabrigados e órfãos. O conflito simbolizou a primeira grande catástrofe humanitária do século XX. 

GOSTOU?! COMPARTILHE AGORA!

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Wanderson Queiróz

Wanderson Queiróz

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias populares

Leia também