Quais as intenções e motivações da Inglaterra e da França durante a Primeira Guerra Mundial?

Quais as intenções e motivações da Inglaterra e da França durante a Primeira Guerra Mundial?
quais as intenções e motivações da inglaterra e da frança durante a primeira guerra mundial

Hoje, nós vamos entrar a fundo no tema relacionado às motivações da Inglaterra e da França durante a Primeira Guerra Mundial, considerando a rede de interesses dessas superpotências no quadro geopolítico do início do século XX. As ambições desses países serão de grande importância para entendermos os acontecimentos históricos desse período.

Motivações da Inglaterra e da França durante a Primeira Guerra Mundial

As intenções de Inglaterra e da França durante a Primeira Guerra Mundial são diversas. Antecedendo a guerra, a Inglaterra era o maior império colonial do mundo, o comércio e a produção industrial inglesa eram enormes, porém, com a unificação alemã, a Alemanha tornou-se uma potência mundial, fato que contestava os planos ingleses. A razão da participação francesa no conflito da Primeira Guerra Mundial foi por conta do chamado revanchismo francês.

O revanchismo francês

O revanchismo francês foi o sentimento no qual o povo francês nutriu por muito tempo contra o povo alemão. No período de unificação da Alemanha, foi desencadeada a guerra Franco-Prussiana, na qual a França foi a grande derrotada, de forma completamente humilhante.

o revanchismo francês
O revanchismo francês. Fonte/Reprodução: original

Não considerando suficiente essa humilhação, os alemães fizeram um acordo de paz ser assinado no palácio de criado por Luís XIV, um dos bastiões da identidade nacional francesa. Dessa maneira, o sentimento de vingança que se instalou por via do tratado de Versalhes, resultante da guerra Franco-Prussiana, foi um dos estopins para o conflito da grande guerra de 1914.

Alemanha declara guerra contra a França em 3 de agosto

No terceiro dia do oitavo mês de 1914, o Império alemão do Kaiser Guilherme II, anunciou a guerra contra a França. Os historiadores chamam os primeiros momentos do conflito de guerra de movimento, isto é, é marcado por grandes operações militares nas quais visavam o rápido avanço sobre território inimigo com o maior número de tropas possível. A Alemanha começa a atacar o território francês com as suas tropas posicionadas nas fronteiras, além disso, semanas antes, os alemães haviam invadido a Bélgica, país que faz fronteira com a França, dessa maneira, aumentando a possibilidade de operações militares alemãs, que poderiam invadir o território francês.

Inglaterra declara guerra contra a Alemanha em 4 de agosto

Com a invasão do território belga, a Inglaterra proclama guerra contra a Alemanha em agosto de 1914, tendo em vista a aliança militar entre a Bélgica e a Inglaterra, a invasão germânica ao território belga acarreta na participação da Inglaterra na guerra contra a Alemanha.

Os preparativos para a Primeira Guerra Mundial

Desde a unificação Alemã em 1871, o grande chanceler alemão, Otto Von Bismarck, costumava dizer que haveria uma guerra de proporções jamais vista anteriormente na história da humanidade, devido à tensão existente entre os países, aos interesses das grandes potências europeias e à beligerância que havia uns com os outros.

A Paz Armada

A paz armada foi o processo compreendido após a unificação alemã de 1871 até o início da primeira grande guerra, no qual houve uma disputa entre os países europeus na criação e produção em massa de equipamentos bélicos, com intuito de defender os seus respectivos projetos expansionistas. Dessa maneira, este processo geopolítico assegurou a estabilidade diplomática no cenário geopolítico europeu até o início de 1914.

A Tríplice Entente

A Tríplice Entente era o nome da aliança militar que compreendia o Império Russo, a França e a Inglaterra durante o curso da Primeira Grande Guerra. Os países da Tríplice Entente lutaram contra os países da Tríplice Aliança.

A Tríplice Aliança

A Tríplice Aliança é o nome de outra aliança militar, nela estavam a Alemanha, o Império Austro-Hungaro e o Império Turco-Otomano. Esta aliança engajou-se na guerra contra a Tríplice Entente.

O fim da Primeira Guerra Mundial

As motivações da Inglaterra e da França durante a Primeira Guerra Mundial levaram ao acontecimento da maior guerra até então, que começou em 1914 e terminou em 1918 com a Alemanha se rendendo e a assinatura do tratado de paz um ano após o armistício de 1918.

o fim da primeira guerra mundial
Fim da primeira guerra mundial. Fonte/Reprodução: original

Em síntese, as incitações da Inglaterra e da França foram mister para a decorrência da Grande Guerra Mundial, a primeira catástrofe humanitária do conturbado século XX.

GOSTOU?! COMPARTILHE AGORA!

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Wanderson Queiróz

Wanderson Queiróz

Deixe um comentário

Categorias populares

Leia também